5 características importantes de um filtro para piscina

O filtro para piscina é um equipamento fundamental para o bom funcionamento de qualquer piscina. Ele funciona como um recipiente onde a filtração ocorre.

Assim, por ser um recipiente para a filtração, este equipamento tem como fator muito importante a composição de sua estrutura. Abaixo vamos listar algumas características importantes de um filtro para piscina.

1.    O básico: a vazão

A vazão é a característica mais importante de um filtro para piscina. É através dela que você saberá se o equipamento se adequará ou não à sua piscina.

Além disso, a vazão é um dos fatores que determina o tamanho da tubulação necessária para o sistema hidráulico.

2.    Um fator decisivo: a matéria-prima

Outro fator muito importante é a matéria prima do qual o filtro é composto. Como o filtro para piscina é um recipiente, ele deve ser resistente para conseguir suportar a força da água e não rachar.

Quando um filtro racha, podem haver complicações como:

  1. Com o filtro rachado, a piscina esvazia.
  2. Na maioria das vezes que isto acontece, a casa de máquinas é inundada.
  3. Com a inundação, o motor da bomba se danifica.
  4. Os prejuízos gerados podem ser: comprar novos equipamentos (filtro e bomba), custear os serviços de troca dos novos produtos e gastar vários litros de água para repor na piscina.

Filtro para piscina rotomoldado rachado / filtro em polietileno rachado

Portanto, para determinar o tipo de filtro para sua piscina, é necessário entender qual o seu propósito.

Se você NÃO está pensando em um investimento duradouro, mas que possua um custo menor, os filtros de plástico podem ser o que você procura.

Este tipo de filtro de piscina é feito por processo de rotomoldagem, o que garante um custo baixo do produto. Porém, os filtros rotomoldados não duram por muitos anos e, quando racham, não tem manutenção. Portanto sempre que o seu filtro rachar você terá que adquirir outro.

Agora, se você quer usufruir da sua piscina por longos anos sem ter grandes dores de cabeça, os filtros de fibra de vidro ou de aço inox são o que você precisa.

Apesar de estes filtros terem um custo um pouco mais elevado, eles têm uma durabilidade elevada. O filtro para piscina de fibra de vidro, por exemplo, pode durar por até mais de 40 anos!

Os filtros produzidos com estes materiais, quando racham, possuem a possibilidade de manutenção. Além disso, estes materiais são imunes à corrosão causada pelo cloro.

3.    Formato do filtro para piscina

Os filtros para piscina não têm o formato arredondado por acaso. Esta forma arredondada é para buscar a distribuição da água mais equilibrada.

Filtros com o formato mais cilíndrico possuem uma filtração mais eficiente, pois a distribuição da água é mais homogênea em todo o leito filtrante.

4.    Algo a se atentar: as medidas do filtro

Imagine que você possui uma piscina com uma casa de máquinas já pronta. Então você já definiu qual modelo de filtro vai utilizar, adquiriu o produto, mas quando foi instalar o filtro não coube da casa de máquinas. Ou pior, imagine que não foi possível nem passar da porta, pois o filtro era muito largo ou muito alto.

Uma baita dor de cabeça não é mesmo? Por isso as medidas do filtro para piscina também são muito importante.

É necessário verificar o espaço que tem disponível para o filtro. Não se esqueça que não é só ele que fica na casa de máquinas! Você precisará de lugar para a bomba, as tubulações e os demais componentes que for instalar na sua piscina (aquecimento, painel de automação, clorador automático, etc.).

O certo seria contratar uma empresa ou profissional para elaborar o projeto hidráulico de sua piscina e evitar problemas futuros.

5.   Tipo de válvula

Anteriormente falamos que a válvula geralmente é que comanda as operações de um filtro para piscina. Já deu para perceber a importância deste item, certo?

Existem filtros com válvulas seletoras de 4 e 6 vias. O que isso significa? Estes números, 4 e 6, representam a quantidade de operações que a válvula permite fazer.

As operações são:

  1. Filtrar
  2. Retrolavar (lavar o filtro)
  3. Recircular
  4. Filtrar ao esgoto
  5. Aspirar ao esgoto
  6. Fechar

Válvula de filtro para piscina

Também existem os filtros com válvula que não permite manobra. Para estes filtros é necessário montar um barrilete com registros para operar as manobras de funcionamento do filtro.

Com este esquema de registros, a execução das manobras do filtro fica muito mais trabalhosa.

Você também pode gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *