O surgimento e a evolução das piscinas ao longo do tempo

O nome piscina vem do latim “Pisces”, que significa “peixe”. No princípio, as piscinas nas casas romanas não eram feitas para a prática de natação e sim para criação de peixes.

As primeiras piscinas públicas das quais se tem relato são grandes tanques encontrados em pirâmides no Antigo Egito. São essas as construções que mais se aproximam das piscinas atuais. Estavam ligadas à decoração, eram luxuosas e com designs deslumbrantes.

Com a difusão do Cristianismo na idade média as piscinas passaram a ser usadas para os rituais de batismo. As pessoas eram mergulhadas para purificação. Passado o tempo as piscinas ficaram menores e  passaram a ser pias batismais, porém a prática religiosa ganhou o gosto popular e os chamados  ‘’ tanques’’ foram adaptados ao lazer da população.

The Fountain of Youth (1546) – Lucas The Elder Cranach
The Fountain of Youth (1546) – Lucas The Elder Cranach

O surgimento da natação e a melhoria da higiene das piscinas

No século XVII já existiam alguns balneários com piscinas públicas, porém a água não era tratada e por esse motivo, as pessoas que frequentavam os balneários e usavam as piscinas ficavam expostas a várias doenças.

Com a surgimento e a prática da natação foi que as piscinas começaram a ser tratadas, pois os atletas exigiam uma higiene melhor, já que as usavam frequentemente e não poderiam ficar expostos a doenças para as competições esportivas.

Hoje em dia o tratamento das piscinas é totalmente diferente, a preocupação com a higiene e os cuidados que devem ser tomados são primordiais, até mesmo antes de o cliente adquirir uma piscina deve ser alertado e informado sobre passado todos os cuidados necessários.

A Epex oferece soluções eficazes e de qualidade garantida para tratamento de água, prezando a higiene de sua piscina e principalmente, a saúde dos banhistas.

Você também pode gostar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *